Prêmio Barco a Vapor


Prêmio Barco à Vapor da Editora SM

Em 2017 acontece o 13º Prêmio Barco a Vapor de literatura infantil e juvenil, no Brasil. O prêmio tem, como objetivo primeiro, descobrir novos autores e valorizar a literatura nacional. Além de estimular a criação e produção literária dos jovens escritores é uma forma sensível e muito cuidadosa de trabalhar textos novos e de perfis variados destinados ao público infantil.

Para se inscrever é fácil. Só acessar o site da Editora SM e se cadastrar enviando seu original dentro dos requisitos da Coleção Barco a Vapor (que possui uma divisão de cores para cada faixa etária). O texto precisa necessariamente ser uma ficção no estilo romance ou novela e se comunicar diretamente com o público infantojuvenil.

O prêmio é concedido em diversos países do mundo onde a Fundação SM está presente e colabora e incentiva ano após ano para diversificar a literatura infantil.

Quer conhecer um pouco mais sobre os títulos premiados? Dê uma olhada aqui e quem sabe algum não te desperta um pouquinho de curiosidade?

Corre e aproveita para participar que as inscrições foram prorrogadas até o próximo dia 10 de Janeiro!

Vamos falar sobre a coleção Barco a Vapor?

Se você tem o hábito de comprar livros para crianças já deve ter ouvido falar na Editora SM, uma editora que produz livros infantis e infantojuvenis, livros de línguas e livros didáticos. É uma editora de peso no mercado brasileiro (e lá fora também) e possui edições de livros maravilhosos.

Uma de suas coleções chama-se "Barco a Vapor" e traz diversos títulos em estilo romance ou novela direcionados ao público infantojuvenil. Ela se divide em cores/faixas etárias e possui livros desde o "leitor iniciante" – que seria a partir dos 6 anos de idade, até o chamado "leitor crítico" – a partir dos 12 anos. São mais de 80 títulos dentro desta coleção e vale a pena conhecer e acompanhar o desempenho de leitura de seu filhos com alguns desses livros.

Eu gosto muito de indicar livros dessa coleção porque é o tipo de trabalho que você percebe que passou por um processo cuidadoso de produção. A Editora SM possui mais de 10 coleções diferentes para o público infantil que reúne livros de poesia, romances, temas delicados, folclore, alfabetização e muitos outros.

Se você ainda não conhece a coleção Barco a Vapor eu indico aqui quatro livrinhos bem legais: 1 – O Senhor G, de Gustavo Roldan . (Série Branca – leitor iniciante)

Tudo no povoado do Sr. G ia bem. Bem demais para falar a verdade. Sempre a mesma coisa acontecia naquele povoadinho bem pacato. Até que um dia o Sr. G sumiu e, quando surgiu trouxe uma promessa: mais cor e música para o povoado! Mas em suas mãos, só tinha uma semente... Como será que ele vai conseguir isso? É um livrinho muito simpático que traz a noção de solidariedade e cooperação entre as pessoas.

Quer mais sobre o livro? Dê uma olhadinha no guia de leitura da SM.

2 – Se liga, Charles!, de Vincent Cuvellier e ilustrações de Charles Dutertre. (Série Azul – leitor em processo)

Escola é sempre sinônimo de aprendizagem, encontros e desencontros. Mas é também um lugar comum para muitas provocações e autoconhecimento. Neste livro, conhecemos a história de Benjamim, aquele típico menino popular que adora caçoar dos amiguinhos da escola e lá, seu alvo preferido se chama Charles. Charles-Phillippe é um menino pacato, branquinho, que usa óculos e gosta de estudar. Muito diferente de Benjamin, claro. Nas suas palavras “Charles só serve para que os outros lhe peçam coisas emprestadas”. Só que um dia, Charles sofre um acidente e não pode ir à escola. Adivinha quem vai lhe ajudar com as tarefas? Um livro sensível que traz o tema do bullying sem rodeios e mostra que cada um de nós tem o seu próprio jeitinho.

Quer mais sobre o livro? Dê uma olhadinha no guia de leitura da SM.

3 – A Cabeleira de Berenice, de Leusa Araujo e ilustrações de Sônia Magalhães (Série Laranja – leitor fluente)

Eu gosto bastante desse livro. Nele, conhecemos a curiosa Berenice e sua enorme cabeleira vermelha. Ela viaja com a família para o interior de Pernambuco e lá precisa fazer novas amizades, acostumar-se com a escola nova e com os novos amiguinhos. Sente também muita falta do pai que foi trabalhar como garimpeiro em Rondônia. Berenice enfrenta vários problemas na escola mas conhece João Batista, um coleguinha que transformar seus sentimentos. Muitas coisas acontecem com Berenice e ela só está na 5ª série (o que seria nosso 6º ano, agora). São muitas angústias e incertezas, momentos tristes e momentos felizes que Berenice passa. Um livro daqueles bem completos que nos faz refletir sobre a questão das diferenças, de novos costumes, traz a cultura nordestina entre um parágrafo e outro – o que é ótimo para diversificar a leitura dos pequenos – e provoca ainda uma reflexão sobre o garimpo (o que é, porquê e para quê) e o destino dado ao pai de Berenice. Vale a pena, mesmo!

Quer mais sobre o livro? Dê uma olhadinha no guia de leitura da SM.

4 – A distância das coisas, de Flávio Carneiro e ilustrações de Andrés Sandoval. (Série Vermelha – leitor crítico)

Pedro tem uma história triste. Perdeu o pai em um acidente de carro quando tinha apenas 3 anos. A mãe acabara de falecer e ele completara 14 anos. Vive com o tio e tem um perfil bem solitário. Mas um belo dia Pedro se pergunta sobre as coisas, essas coisas todas que lhe aconteceram e decide investigar um pouco mais a morte da mãe. Seu tio, não colabora e parece que Pedro tem que enfrentar essa situação sozinho. Por sorte, ele conta com a ajuda de Marina e de outros colegas que o ajudarão a decifrar esse mistério – que nada mais é do que se entender e se encontrar. E nessas andanças e investigações Pedro encontra todo tipo de problema e dificuldade, histórias que ele não imaginava sobre sua mãe e nós, junto dele, temos que estar atentos à toda e qualquer pista que passe pelo caminho.

Antes que você ache que temas sobre morte não são muito bem-vindos para essa cidade, eu digo auto lá! Pode ser que alguns textos trabalhem com esse tema de forma mais pesada e aí isso se torna extremamente pessoal. Neste caso específico, a narrativa em primeira pessoa do livro nos traz um clima de suspense e mistério acerca da investigação da vida de Pedro – quase uma autobiografia. Um livro instigante e que se torna uma preciosa referência quando falamos de amadurecimento, crescimento, adolescência e transição.

Quer mais sobre o livro? Dê uma olhadinha no guia de leitura da SM.

Boa leitura gente!

#barcoavapor #premiobarcoavapor #infantileinfantojuvenil #editorasm #fundaçãosm

  • fb_icon
  • insta_icon

#livreirinha

Todos os direitos reservados © 2016 - 2018 · Livreirinha | Literatura infantil e infantojuvenil