Chão de Peixes


Falar de haicais, de arte e japão.

O novo livro de Lúcia Hiratsuka é tão brilhante quanto os outros e nos encantam letra, por letra.

Provavelmente você já ouviu falar sobre haicais. Estes poemas, de origem japonesa, com estrutura bem peculiar, trazem em seus curtos versos um turbilhão de emoções, sensações, cores e tudo mais.

Em Chão de Peixes, Hiratsuka revive suas lembranças através de poesia entre palavras e ilustrações. Seus haicais são ilustrados com lindas pinturas da arte sumiê.

Estas dialogam em pura harmonia com os divertidos e sensíveis poemas, como

Cor de Outono

No ramo mais alto, a mesma cor do entardecer.

O último caqui derrama sabor.

A diversão que vemos nos haicais não vem somente pelo jogo de rimas, que nem sempre são presentes, ou pelos trocadilhos, mas também ganham ênfase nas cores das palavras, no movimento das sílabas e no deslocamento dos versos.

Coelhos, formigas, peixes - chão de peixes! O título do livro vem em referência à memória de Hiratsuka, quando em um dia no sítio, sua avó desenhou um peixinho no chão. A partir dali, Hiratsuka teria se encantado e começado a desenhar e ilustrar.

Ainda bem, não é mesmo?

Premiada diversas vezes e com livros celebrados pelo selo FNLIJ e White Ravens, Hiratsuka brilha novamente nesta nova publicação trazida pela Pequena Zahar.

POR QUE LÊ-LO?

Ler os livros de Hiratsuka é quase uma pausa à reflexão. Sua escrita, poética ou não, são sempre muito bem equilibradas com as ilutrações. Ambas são um convite a mais fina literatura, especialmente no tocante às crianças. Seus desenhos, com traços leves e muito delicados são uma referência às artes japonesas e toda sua cultura.

Neste livro, em especial, a leitura nos leva em um passeio pelo sitio onde Lúcia crescera e por onde as crianças podem conhecer animais, suas curiosidades; podem pensar sobre as cores e imaginar os cheiros de frutas. É uma linda experiência.

#pequenazahar #LúciaHiratsuka #zahar #haicais

  • fb_icon
  • insta_icon

#livreirinha

Todos os direitos reservados © 2016 - 2018 · Livreirinha | Literatura infantil e infantojuvenil