A parte que falta e mais!


Liberdade, liberdade!

Shel Silverstein é grande! E sinceramente se você ainda não leu nenhuma obra deste autor por favor, não perca mais tempo e compre algum deles. Estes em especial. Esses dois livrinhos que hoje trago para vocês são daqueles que emocionam, que comovem e que transformam! É também são polêmicos, ou foram. A ideia é simples e singela... procurar a parte que lhe falta. E "lhe" aqui é o papel de uma espécie de círculo que não possui uma parte (pois é já começa filosófico na parte de um círculo) e que sai rolando por aí em busca dela. Ele percorre todos os cantos e nada parece lhe servir. Nada encaixa, nada agrada e, rolando e rolando ele a procura sem cessar. Quando a encontra, é pura felicidade.... Será mesmo?

Já em "A parte que falta encontra o Grande O" estamos praticamente na mesma história só que lendo-a a partir da perspectiva da “Parte”, claro a parte que falta. E ela também sai à procura do seu “todo” ou sua outra parte, por todos os cantinhos e nunca encontra a ideal. Na verdade, ela encontra sim e quando se encaixam ela se torna maior. Cresce. E já não serve mais ao encaixe, não pode mais estar junto. Um dia ela encontra um círculo completo, que não tem partes soltas nem perdidas por aí.... Ele é o Grande O, e nele não havia lugar para se encaixar.

"Que pena”, disse a parte que falta."

"Eu esperava talvez, rolar com você..."

"Você não pode rolar comigo" disse o Grande O,

"Mas talvez possa rolar sozinha."

Um livro poderoso e encantador capaz de mexer com turbilhões dentro de nós. Indico para crianças, jovens, adultos e todo mundo. Não conheço uma pessoa que não se sinta envolvida com estes livros. Shel Silverstein é autor para a vida, é profundo e sempre traz temas maravilhosos e reflexivos como este! E você, tem alguma parte que falta?

PORQUE LÊ-LO:

Ambos os livros são ótimas indicações para trabalhar com as crianças temas como crescimento pessoal, relacionamento com os outros, rompimento de laços e independência. Igualdades, solidariedades e diferenças. Neles, o autor se utiliza das metáforas das formas e dos encaixes para trabalhar e questionar a ligação e dependência que temos de certas coisas ou pessoas. Que sempre precisamos de alguém para nos alavancar, mas que esse precisar é momentâneo e não deve vir como dependência. Cada um com sua perspectiva e enredos diferentes tendo o mesmo objetivo: um ode à liberdade!

#CosacNaify #ShelSilverstein #apartequefalta #infantil #prapensar #liberdade #livroilustrado

  • fb_icon
  • insta_icon

#livreirinha

Todos os direitos reservados © 2016 - 2018 · Livreirinha | Literatura infantil e infantojuvenil