• Ana Claudia

Quando a escrava Esperança Garcia escreveu uma carta


Ontem, estive na Primavera Literária do Rio de Janeiro e fui atrás de um livro em especial que já tinha lido há algum tempo. Conheci melhor a história de Esperança Garcia quando li esta edição da Editora Pallas e, quando o li a primeira vez, foi pura emoção! Não poderia deixar de falar sobre ele hoje e o reli e reli.... e de novo fiquei pensativa. Que historia!!

Quantas vezes já escrevemos cartas (emails no caso) para nos comunicarmos com alguém ou para dizer como sentimos? Quantas as vezes que queríamos reivindicar algo e não fizemos? Alguns nos respondem, outros não. Pois é...

Esperança Garcia foi a autora da primeira carta de petição feita por um escravizado para um governador. Sua história é emocionante e Sonia Rosa conta sua vida de forma cuidadosa trazendo os detalhes do cotidiano da vida escrava a partir da vida em particular desta mulher. Os açoites, as injustiças e separações, a vida na lavoura com os filhos pequenos e a solidão.

Esperança se vale de toda sua emoção e desejos por uma vida melhor que usa aquilo de mais rico que possui.... a escrita. Educada por padres jesuítas, Esperança sabe ler e escrever e vê nisso uma oportunidade para lutar por seus direitos e os de seus companheiros.

As incríveis ilustrações de Luciana Justiniani Hees conseguem trazer o peso inerente à história ao mesmo tempo que as cores conversam com o sentimento de "esperança".

É memória importante para nossa história. É exemplo de resistência. Um ótimo livro para conhecer um pouco mais sobre um período tão triste da história do Brasil, que muitos ainda insistem em ignorar.

POR QUÊ LE-LO?

Escolher um livro para o dia de hoje não foi fácil. Primeiro porque vários são os livros sobre o tema - os quais deveríamos ler sempre, segundo por que justamente pela quantidade de títulos, escolher um só parece impossível. Existe um cuidado ao falar sobre o tema da escravidão pois não falo pela cultura negra e sim junto dela. Acredito muito que os livros possam trazer reflexões com mais clareza sobre uma realidade nada distante - infelizmente.

A escolha deste em particular veio por ser uma mulher a protagonista, por ser parte direta da nossa história e por ter acontecido na região do Maranhão e Piauí - o que ajuda a expandir o conhecimento sobre o nosso território. Ainda, a escolha deste livro veio muito com a minha formação de historiadora já que, baseado em histórias reais, somos levados do "micro" para o "macro" ou seja, a partir de uma história e um caso específico, conseguimos imaginar um todo.

No final do livro, temos algumas curiosidades históricas e um mapa da região onde Esperança Garcia viveu. Um lindo trabalho de edição que mantém viva histórias de pessoas importantes e que nos mostra que acreditar em nosso sonhos e vontades é a parte mais importante de viver. Para saber um pouco mais sobre a história de Esperança Garcia, separei este site como sugestão. Vale a pena saber um pouco mais!

#esperançagarcia #escravidão #soniarosa #lucianajustinianihees #editorapallas #consciêncianegra #primaveradoslivros #prapensar

  • fb_icon
  • insta_icon

#livreirinha

Todos os direitos reservados © 2016 - 2018 · Livreirinha | Literatura infantil e infantojuvenil